Faixa publicitária
Faixa publicitária
Conheça Viseu
Directório Empresas
Adicionar Empresa
Pesquisar

Empresas no Directório
Últimos Classificados

Cursos Formação

Curso Nutrição

Curso Técnico em Prevenção

Curso de Inglês

Curso Personal Shopper

Novas unidades de cuidados continuados em Viseu

O concelho de Viseu verá reforçada a sua rede social com quatro novas unidades de cuidados continuados integrados, escreve o Diário de Viseu.

Foram consideradas tecnicamente válidas e por consequência aprovadas quatro candidaturas ao Programa Modelar - 2ª Fase, de instituições particulares de solidariedade social do concelho que, "em boa hora perceberam que a complementaridade da acção social com a saúde significa novos desafios para os projectos sociais que, hoje desenvolvem", conforme salientou em comunicado a Federação Distrital do PS.

Estas novas unidades, com 123 camas previstas de média duração e reabilitação e de longa duração e manutenção, correspondem a um investimento público de cerca de 3 milhões de euros no concelho e permitirão melhores cuidados de saúde para os mais idosos e para as pessoas que vivem em situação de dependência.

Com estas novas quatro unidades, a construir nas freguesias do Campo, Farminhão, Rio de Loba e Torredeita, o concelho de Viseu estrutura a sua rede de cuidados continuados integrados, possibilitando à Equipa de Gestão de Altas do Hospital de São Teotónio ou à Equipa Coordenadora Local mais camas para os seus doentes ou para pessoas em situação de dependência a necessitarem de cuidados continuados de saúde e de apoio social.

De acordo com o Diário de Viseu, com estes novos equipamentos, agora apoiados, e com os que estão em construção, o distrito de Viseu passará a dispor de 467 camas de média e longa duração, distribuídas pelos concelhos de Mortágua, Resende, Nelas (Santar), Santa Comba Dão, Oliveira de Frades, Vouzela, Viseu, Tarouca, Mangualde, Vila Nova de Paiva, Penalva do Castelo, Sernancelhe e Cinfães. Em simultâneo foram igualmente aprovadas candidaturas só para equipamento, pelo que serão apetrechados com modernos equipamentos as unidades de cuidados continuados geridas pelas Santa Casa da Misericórdia de Vouzela, Mortágua e Santar, o que corresponde a um investimento de 11 milhões de euros.

"Com este anúncio o distrito terá vários benefícios. Primeiro, mais idosos e dependentes apoiados, com melhores cuidados de saúde. Segundo, as instituições de solidariedade social e as misericórdias mais apoiadas pelo Estado, na sua acção social. Terceiro, mais investimento e mais emprego, em vários pontos do distrito. Quarto, em resultado do reforço da capacidade da rede, novos postos de trabalho nas áreas de enfermagem, fisioterapia e apoio social", frisa, por seu lado, o deputado socialista Acácio Pinto.

Comentários
Somente usuários registrados podem comentar!

3.26 Copyright (C) 2008 Compojoom.com / Copyright (C) 2007 Alain Georgette / Copyright (C) 2006 Frantisek Hliva. All rights reserved."

 
Pesquisa personalizada
Newsletter

Cursos de Formação

Nutrição e Dietética
Técnico em Prevenção
Analista de Bolsa
Destaques
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Notícias Mais Lidas

Facebook

Facebook Twitter Rss

Portal Cidade Viseu © Todos os Direitos Reservados | Política de Privacidade
Desenvolvido por: NaWeb



Receba Notícias de Viseu no seu E-mail: